Aposentadoria por Idade

Aposentadoria por idade e tempo de contribuição

 

Aposentadoria por Idade

 

Você é aposentado ou está pensando em se aposentar? Então já sabe que, atualmente, existem quatro tipos de aposentadoria, não é? Aposentadoria por idade, aposentadoria por tempo de contribuição (que são as mais conhecidas), aposentadoria especial e aposentadoria por invalidez... qual é o seu caso? Enquanto você pensa, vamos falar um pouco sobre a aposentadoria por idade!

 

Para requerer a aposentadoria por idade, o trabalhador não precisa sair do emprego. É necessário que se enquadre em duas exigências: idade mínima e carência, desde que apresente os documentos necessários.

 

Mas, afinal, qual idade devo ter para me aposentar?

 

Diferentemente da aposentadoria por tempo de contribuição, que exige um período de 35 anos de contribuição para homens e 30 anos de contribuição para as mulheres, a aposentadoria por idade, como o próprio nome diz, exige uma idade mínima. Para trabalhadores urbanos, a idade mínima é 65 anos (homens) ou 60 anos (mulheres).

 

Quanto aos trabalhadores rurais, a idade exigida diminui: a partir de 60 anos para homens e 55 anos para mulheres.

 

O que é carência e como funciona?

 

A carência é o tempo mínimo de contribuição. Cidadãos urbanos que se inscreveram na Previdência a partir da data 24 de julho de 1991 devem comprovar 180 contribuições mensais. Já os cidadãos rurais devem comprovar, através de documentos, 180 meses trabalhados no campo.

 

Já os cidadãos filiados à Previdência até 24 de julho de 1991, devem comprovar o número de contribuições exigidas no ano em que alcançaram as exigências feitas pela Previdência.

 

Os cidadãos rurais filiados à Previdência antes de julho de 1991 também devem comprovar a quantidade de meses trabalhados, com base no ano em que apresentaram condições necessárias para a aposentadoria. Além disso, ao requererem o benefício ou atender todas as exigências da previdência (idade e carência), deverão estar exercendo a atividade no campo.

 

Confira essas informações, que valem tanto para o trabalhador urbano quanto para o trabalhador rural, na tabela abaixo, retirada do site da Previdência Social:

 

Tabela progressiva de carência para segurados inscritos até 24 de julho de 1991

 

Ano de implementação das condições Meses de contribuição exigidos
1991 60 meses
1992 60 meses
1993 66 meses
1994 72 meses
1995 78 meses
1996 90 meses
1997 96 meses
1998 102 meses
1999 108 meses
2000 114 meses
2001 120 meses
2002 126 meses
2003 132 meses
2004 138 meses
2005 144 meses
2006 150 meses
2007 156 meses
2008 162 meses
2009 168 meses
2010 174 meses
2011 180 meses
2012 180 meses
2013 180 meses

 

Como solicitar a aposentadoria?

 

Há três meios de fazer a solicitação da aposentadoria: em uma das agências da Previdência Social; na internet, por meio do agendamento pelo portal da Previdência Social; ou pelo telefone 135.

 

> Documentação necessária:


O Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) pode ser apresentado para comprovar as informações do cidadão com relação a contribuições, tempo de trabalho e informações trabalhistas em geral. Acesse a Agência Eletrônica de Serviços ao Segurado, com uma senha adquirida através do telefone 135, para obter suas informações do CNIS. Porém, o INSS pode exigir os documentos originais que serviram como base para todas as essas informações. Entretanto, o cidadão pode solicitar alterações de dados errados que constem no CNIS.

Se o cidadão contribuiu em outro regime de Previdência e quer ter incluso esse período, é necessário que apresente a "Certidão de Tempo de Contribuição". Para a inclusão de tempo de serviço militar, o Certificado de Reservista ou certificado do Ministério do Exército, Marinha, Aeronáutica, devem ser apresentados.

A relação completa dos documentos exigidos pelo INSS consta no site da Previdência.

 

Você sabia?

 

Quem consegue aliar a aposentadoria por idade à aposentadoria por tempo de contribuição, tem maiores chances de receber um benefício melhor. Alcançar, ao mesmo tempo, as duas exigências do INSS significa mais tempo de contribuição e, obviamente, o tempo de contribuição influencia diretamente no valor do benefício.

 

Pense bem no seu futuro antes de tomar decisões! Então, planeje-se direito e informe-se com quem entende do assunto!! E, caso seja um beneficiário e percebe que algo não está justo com a sua aposentadoria, procure a ajuda de um advogado!

 

Não protele suas decisões! Defenda seus direitos!

 

Dúvidas em como se aposentar, entre em contato no formulário ao lado!

 

Mais de 41mil pessoas curtem nossa page no facebook! Curta e busque seus direitos!

 

Problemas para se aposentar ou com seu benefício? Não espere o tempo passar! Nós podemos te ajudar! (31) 2552-8753 / (31) 2552-8200
Se você esta vendo essa mensagem é porque estamos online!
Clique aqui e conheça o melhor atendimento em tempo real via chat!
Possuímos profissionais altamente qualificados para lhe atender!